Cesta"/>
24 horas farmacia simi valley comprar cialis problemas con el plan sanitario de obama

História da Cesta de Natal

A história da Cesta de Natal é estreitamente relacionada com o desenvolvimento da Cestaria. A cestaria é um dos mais antigos ofícios da civilização humana. Significa a produção de objetos ou utensílios, por meio de objetos trançados. Ela abrange a técnica de fabricação de cestas trabalhadas em fibras vegetais.

Segundo os estudiosos, um dos primeiros relatos de um presente que veio em uma cesta está na história da deusa pagã Eostre, que carregava uma cesta de plantas jovens para ser usada como uma oferenda sagrada. Embora o ato de dar presentes em cestas seja uma tradição antiga, ele evoluiu muito ao longo do tempo para atender às necessidades da nossa sociedade em constante mudança.

Hoje, a maior quantidade de cestas é vendida e distribuída durante as datas comemorativas, como o Natal, Dia das Mães e Dia dos Namorados.

As origens da Cesta de Natal remontam à tradição inglesa de mestres dando caixas de presentes úteis aos seus servos no Boxing Day, que era comemorado em 26 de dezembro. Esses presentes eram conhecidos como Caixa de Natal, um conceito que foi estendido para dar dinheiro ou um presente a cada ano para a equipe de entrega domiciliar, como carteiros, entregadores de jornais e leiteiros.

Até meados do século 20, cestas de alimentos e roupas foram entregues a pessoas necessitadas. Essas cestas muitas vezes provaram-se um objeto útil, a ser usado, quer para armazenamento, quer como um meio de transporte de coisas. Foi criado então o conceito de Cesta de Natal, com a disposição de iguarias como vinhos, destilados, chocolates, nozes e aperitivos em uma cesta produzida por artesãos.

Tornou-se uma tradição ocidental oferecer como presente uma cesta de Natal para a família, amigos, colaboradores e parceiros de negócios.

 

Você compra as melhores Cestas de Natal do Brasil no VinhoSite. Além das Cestas de Natal o VinhoSite tem vinhos e espumantes do mundo inteiro.