Bordeaux"/>
24 horas farmacia simi valley comprar cialis problemas con el plan sanitario de obama

Entenda Bordeaux: Margem Esquerda, Entre-Deux-Mers e Margem Direita

A região vinícola de Bordeaux está estabelecida no entorno de três rios: o Dordogne e o Garone, que se juntam e formam um terceiro rio: o Gironde.

         
         Estes três rios dividem Bordeaux em três partes: a Margem Esquerda, a Margem Direita (considerando-se o sentido das águas em direção ao Oceano Atlântico para determinar o lado esquerdo e direito) e Entre-Deux-Mers (Entre Dois Mares), a língua de terra situada entre os rios Dordogne e Garone.
         
         Em cada uma das margens, situam-se as sub-regiões, conforme abaixo. Dentro de cada sub-região há as comunas, que são a menor divisão territorial da França, algo como município.

 
Margem Esquerda
 
           É na Margem Esquerda que está situada a cidade de Bordeaux, principal centro comercial da região vinícola. As áreas vinícolas situam-se a norte e a sul da cidade. 
          
         A norte localiza-se o Médoc, composto pelas sub-regiões do Bas-Médoc e Haut-Médoc. Raramente na linguagem corrente utiliza-se Bas-Médoc ou Haut-Médoc. Costuma-se dizer Médoc como um todo. Quatro comunas despontam no Médoc como as mais famosas de Bordeaux: St.-Estèphe, Pauillac, Margaux e St.-Julien.
        
         Ao sul da cidade de Bordeaux localizam-se as sub-regiões de Pessac-Léognan, Graves, Cérons, e Sauternes e Barsac. Sauternes e Barsac é uma só sub-região, sendo o principal domínio do vinho doce do mundo.
        
         Na Margem Esquerda predomina o solo de cascalho, que facilita a drenagem das águas. A uva que melhor se adaptou a este solo foi a Cabernet Sauvignon, por isso a predominante na Margem Esquerda.
          
         Sub-regiões da Margem Esquerda: 
 
- Bas-Médoc (Baixo Médoc) 
- Haut-Médoc (Alto Médoc). 
- Graves (que significa “cascalho” em francês)
- Pessac-Léognan
- Sauternes e Barsac 
- Cérons
 
Entre-Deux-Mers
 
           É o triângulo de terras situado entre os rios Dordogne e Garone, por isso recebe o nome que em português corresponde a Entre Dois Mares: lá são produzidos 80% dos vinhos tintos mais básicos que recebem as denominações (na França, Appéllation D’Origine Contrôlée ou simplesmente AOC ou ainda AC. Todos estes termos têm o mesmo siginificado que denominação de origem controlada)  de Bordeaux ou Bordeaux Supérieur.
          
         No interior de Entre-Deux-Mers há oito sub-regiões vinícolas, incluindo uma sub-região que recebe também o mesmo nome. Os bons vinhos brancos secos produzidos nesta sub-região são os únicos que podem receber a appéllation contrôlée  “Entre-Deux-Mers”.
        
         Sub-regiões de Entre-Deux-Mers:
          
-Loupiac
-Saint-Croix-Du-Mont
-Saint-Foix-Bordeaux
-Cadillac
-Côtes de Bordeaux St.-Macaire
-Premieres Côtes de Bordeaux
-Graves de Vayres
-Entre-Deux-Mers 
 
Margem Direita
 
         Os vinhos da Margem Direita de Bordeaux são predominantemente produzidos com a uva Merlot, ficando a uva Cabernet Franc como a segunda mais utilizada.
 
         O motivo do predomínio da Merlot em detrimento da Cabernet Sauvignon é sua melhor adaptabilidade aos solos de calcário, argila e areia que juntos ocupam a maior parte da área da Margem Direita.
 
         As duas sub-regiões mais importantes da Margem Direita são Saint-Émilion e Pomerol. O preço da terra nas duas sub-regiões alcançou valores estratosféricos. Segundo Lawrence Osborne, autor de “O Conaisseur Acidental”, um ha no Pomerol é cotado em 32 milhões de dólares. Este alto valor da terra é transferido para o preço dos vinhos, normalmente muito caros, tanto no Pomerol quanto em Saint-Émilion.
 
         Existem alternativas de vinhos menos caros na Margem Direita. O movimento de qualidade do vinho francês alcançou outras sub-regiões de lá. Produtores que já possuíam châteaux consagrados em Saint-Émilion ou Pomerol se beneficiaram da estrutura já existente para explorar terroirs menos nobres, porém de muito boa qualidade nessas sub-regiões. Assim como, produtores tradicionais ou recém-estabelecidos têm investido em melhores técnicas e equipamentos para produzir com ótimo resultado final. 
Lalande de Pomerol, Côtes de Castillon, Fronsac e Canon-Fronsac (uma só sub-região) e Premieres Côtes de Blaye destacam-se como opções da Margem Direita aos vinhos de St.-Émilion e Pomerol. 
        
         Sub-regiões da margem Direita:
 
- Saint-Émilion
- Pomerol
- Lalande-de-Pomerol
- Fronsac e Canon-Fronsac
- Côtes de Blaye ou Blayais
 
Você pode comprar vinhos da região de Bordeaux no VinhoSite ou receber esporadicamente assinando o nosso Clube do Vinho.