B"/>
24 horas farmacia simi valley comprar cialis problemas con el plan sanitario de obama

As Principais Uvas de Bordeaux

Na composição dos vinhos de Bordeaux sempre são utilizadas mais de uma variedade de uvas. É chamado de “corte bordalês” a mistura dessas uvas na confecção dos vinhos da região. A Merlot, a Cabernet Sauvignon e a Cabernet Franc são as mais usadas na elaboração dos tintos, enquanto que Sémillon e Sauvignon Blanc são as principais uvas dos vinhos brancos. 

Todas as propriedades de Bordeaux diversificam no plantio das variedades. Esta prática serve como uma espécie de seguro dos chateaux contra as intempéries, já que cada uma das cepas amadurece em momentos diferentes. A proporção em que cada château planta as diversas uvas leva em conta a tradição local, os modismos e principalmente o casamento entre o tipo de uva e o solo.

Em se tratando de uvas tintas, a Merlot é a que primeiro amadurece, o mesmo acontecendo com seus vinhos, após engarrafados. Por esse motivo é hoje a uva mais plantada em Bordeaux. A Cabernet Franc amadurece depois da Merlot e antes que a Cabernet Sauvignon. Já a Cabernet Sauvignon é uma uva de amadurecimento tardio e se beneficia dos verões cada vez mais quentes em Bordeaux, em razão do aquecimento global.

A Cabernet Sauvignon é a mais plantada na Margem Esquerda, cujos solos têm predominância de cascalho. Já na Margem Direita, com os solos alternando entre argila, calcário e solos arenosos, a Merlot prevalece, seguida da Cabernet Franc. Já, a Cabernet Sauvignon é plantada na Margem Direita em pequena proporção, uma vez que seu plantio em solos calcários conferiria aos vinhos uma característica excessivamente tânica.

São uvas permitidas em Bordeaux, sub-regiões e comunas:

 

a) Uvas brancas: Sauvignon Blanc, Sémillon, Sauvignon Gris, Muscadelle, Merlot Blanc, Colombard e Ugni Blanc. No caso das três últimas, não podem ser utilizadas nas assemblages, isoladas ou em conjunto, em proporção superior a 30% da mistura.

b) Uvas tintas: Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Petit Verdot, Carmenere e Malbec.
Abaixo algumas informações acerca das principais uvas:
 
 
Cabernet Sauvignon 
            O que diferencia a Cabernet Sauvignon de outras cepas de grande cultivo é sua extraordinária concentração de taninos, pigmentos e compostos aromáticos. Por isso produz vinhos de cor intensa, que requerem longa maceração e envelhecimento em barrris de carvalho. Suas características aromáticas evoluem com o tempo, proporcionando aos vinhos qualidades olfativas muito mais complexas à medida que os anos passam. Os vinhos de Bordeaux com predominância da Cabernet apresentam excepcional potencial de envelhecimento. É resultante do cruzamento incidental da Cabernet Franc com a Sauvignon Blanc. 
 
Merlot
A Merlot é a uva associada aos grandes vinhos de St.-Émilion e Pomerol. Segundo o historiador Enjalbert, já em 1784 a Merlot estava documentada em St.-Émilion e Pomerol como varietal de boa qualidade. Em comparação com a Cabernet Sauvignon, a Merlot é menos tânica, embora em Bordeaux ela possa conferir tanto corpo quanto a Cabernet, além de elegância aos taninos e características de frutas vermelhas aos vinhos.  A Merlot desabrocha e amadurece em torno de duas semanas antes que a Cabernet Sauvignon.
É a uva mais plantada em Bordeaux, com 56% da área cultivada.
 
 
Cabernet Franc
A Cabernet Franc adaptou-se melhor ao solo mais úmido da Margem Direita, onde é chamada de Bouchet. Os vinhos com representativas proporções de Cabernet Franc mais famosos do mundo são produzidos exatamente na Margem Direita; em St.-Émilion; o Chateau Cheval Blanc e o Chateau Ausone.
A Cabernet Franc amadurece cerca de uma semana antes da Cabernet Sauvignon, sem necessitar para isso de tanto calor. Produz vinhos aromáticos, de média estrutura, apresentando desde cedo características frutadas, conferindo aos vinhos taninos elegantes e vivacidade.
 
 
Sauvignon Blanc
A Sauvignon Blanc em Bordeaux é muito utilizada em mesclas com a Sémillon, à qual agrega características de acidez e sabor. Suas qualidades mais marcantes são seu aroma penetrante, lembrando ervas, almíscar, flores e frutas cítricas, e sua excepcional refrescância.
Em sua maioria os vinhos com predominância de Sauvignon Blanc devem ser bebidos jovens, embora os melhores de Bordeaux possam durar quinze anos, com esta uva agregando complexidade com o tempo. Aparece nos vinhos doces de Sauternes como coadjuvante, ao lado às vezes da Muscadelle, em mesclas onde a Sémillon é a protagonista.
 
 
Sémillon
Os extraordinários vinhos doces de Sauternes são produzidos a partir desta varietal, que predomina na composição dos vinhos com uma proporção média de oitenta por cento da mescla. A casca fina da Sémillon a torna susceptível a ser atacada pelo fungo Botrytis Cinérea, a chamada podridão nobre. 
 
É a variedade branca mais plantada em Bordeaux. Nas sub-regiões de Graves e Pessac-Léognan é usada também na elaboração de vinhos brancos secos, sendo uma parceira ideal para a Sauvignon Blanc, pois é menos ácida e mais redonda que esta última.
 
Você pode comprar vinhos com as principais uvas da região de Bordeaux no VinhoSite ou receber esporadicamente assinado o nosso Clube do Vinho.